Apresentação da contralto Gabriella Florenzano e pianista Humberto Azulay, dia 10 de maio | 20h. No repertório, peças de Bach, Mozart, Gustav Mahler, Maurice Ravel, Gabriel Fauré, Waldemar Henrique e Wilson Fonseca. Participação especial de Vicente Malheiros da Fonseca ao piano e do Coro do Projeto Cururu, em versão teatral da Lenda do Boto, do Maestro Isoca. Doação de material: a instituição precisa de instrumentos de sopro (flautins, flautas, oboés, clarinetes, saxofones e fagotes), de metais (trompetes, trompas, eufônios, trombones e tubas) e de percussão (pratos, caixas, bombos, xilofones, glokenspiels, vibrafones, marimbas, sinos, triângulos, tímpanos). Para implantar o Projeto Cordas e criar a primeira orquestra sinfônica do interior da Amazônia, depende de professores e do instrumental (violinos, violas, violoncelos e contrabaixos de cordas). Na Capela de Santo Alexandre.